Costa Fascinosa: entrevista com o diretor de hotelaria Stefano di Noia

Os especialistas em cruzeiros da Dreamlines Brasil visitaram o Costa Fascinosa, que chega ao país no próximo dia 2 de novembro. Durante a visita, tivemos a chance de entrevistar o Hotel Manager do navio, o italiano Stefano di Noia, que nos recebeu com muita simpatia para contar segredos e detalhes da experiência de navegação a bordo do Costa Fascinosa.

Stefano di Noia

No início de dezembro, o Costa Fascinosa chega ao Brasil. O que os brasileiros podem esperar do navio nesta temporada? Haverá alguma característica especial, um novo programa de shows ou festas temáticas?

Os brasileiros estão realmente à espera de nosso navio e estão muito animados. Eles querem mergulhar profundamente na experiência italiana, eles querem ter uma experiência estrangeira, diferente do seu país. Temos a nossa tradição, a nossa comida, os nossos produtos italianos locais. Eles são latinos, eles gostam de ter tudo tarde. Por exemplo, o último turno do jantar é por volta das 10 horas da noite. A festa começa depois da meia-noite e só termina às 5/6 da manhã. Eles realmente aproveitam cada minuto a bordo, do início ao fim, não perdem nenhum momento. Se tivermos uma atividade, todos participarão. O que é realmente bom é que todas as gerações participam, incluindo crianças e idosos. Às vezes você vê pessoas mais velhas sentadas nas cadeiras do Grand Bar apenas observando e ouvindo a música, mas algo assim nunca vai acontecer em um cruzeiro pelo Brasil. Eles só usam as cadeiras para colocar seus pertences e ninguém fica sentado. Além disso, os brasileiros tendem a ficar mais tempo a bordo – eles vêm para desfrutar do navio. Eles querem explorar cada lugar do navio.

O que você acha que torna o Costa Fascinosa um navio único?

Em geral, a tripulação e o toque humano. Esta é a única coisa que não pode ser copiada. Nossa diferença é a equipe, a tripulação. Somos uma parte importante para construir a emoção dos convidados e esta é uma responsabilidade nossa. Nós permanecemos na memória do convidado, seremos uma parte da sua lembrança de viagem. Sempre que falamos com um convidado, isso já é uma experiência.

Qual o código de vestimenta a bordo da Costa Fascinosa? Existem festas temáticas onde é necessário usar uma roupa específica?

Como uma companhia de cruzeiros que é muito apreciada pelas famílias e pelos clientes da nova geração, não somos tão rigorosos com a vestimenta. Claro, damos algumas diretrizes e sugestões. Em festas, destacamos o código de vestimenta antes mesmo do cruzeiro. É muito triste se os convidados chegam a bordo e não sabem sobre o tema da festa antes e dizem “eu não tenho nenhuma roupa para a Festa de Branco, nada com flores para a Festa Tropical ou um vestido para a Festa de Gala”. Então, sempre destacamos isso. Em geral, digamos que queremos dar o máximo conforto aos nossos clientes durante o dia, para que não tenhamos um código de vestimenta específico, um código de vestimenta formal. Mas para os eventos, a roupa faz parte do evento.

Você tem um lugar favorito a bordo?

Meu lugar favorito é o teatro. Em muito pouco tempo – todo mundo sabe onde o teatro está localizado e está à procura do teatro. Parece que tudo está acontecendo no teatro. O teatro é uma atividade importante do dia, todo mundo quer ir ao teatro. Eu acho que isso é porque o teatro é muito grande, é um lugar enorme e cabe muita gente.

Existe alguma diferença entre a programação dos dias de navegação em um cruzeiro normal e um cruzeiro transatlântico, como por exemplo na travessia Europa – Brasil?

O início da história da Costa como companhia de cruzeiros foi com travessias transatlânticas. Há mais de 70 anos, Costa começou com um cruzeiro transatlântico e posso dizer que após estes 70 anos de experiência, o nosso programa é perfeito. Sabemos como lidar com o tempo em uma viagem transatlântica. Eu acredito que os cruzeiros transatlânticos são mágicos. Isso porque você tem um cliente totalmente diferente a bordo, na maioria das vezes, especialmente quando se trata da América do Sul. Eu vou há 11 anos nas travessias, a cada temporada, e tive a oportunidade de conhecer pessoas para as quais este viagem tem um profundo significado. Para algumas pessoas, esta viagem também significa retornar ao país, após visitar familiares na Itália. A melhor parte é que você começa seu cruzeiro no inverno e chega no verão. O humor muda quando as pessoas estão cruzando o Equador. É um evento. Há atividades que só acontecem em um cruzeiro transatlântico.

No caso de más condições meteorológicas durante um dia de navegação, quando não podemos usar as áreas externas do convés superior como originalmente planejado, o que você nos recomenda fazer a bordo?

O entretenimento a bordo muda de acordo com o nosso público no momento. O programa do navio aumenta enquanto o navio está no mar e deixa o porto. O navio em si está oferecendo serviços internos. Temos, por exemplo, um enorme spa. Então, se você está muito triste por causa do mau tempo lá fora, passe uma hora no spa. Temos restaurantes italianos – todo mundo sabe que comida italiana faz as pessoas felizes.

Qual é a sua atividade favorita a bordo?

Eu realmente considero a conexão com os convidados como a minha atividade favorita. Sempre que as pessoas estão dizendo “Eu sinto muito em perturbá-lo”, eles não estão me perturbando, eles estão realmente me ajudando a ter uma pausa no meu trabalho. Também precisamos de um toque humano. Oferecemos experiências e recebemos experiências. Queremos descobrir nossos convidados, queremos conversar com eles – compartilhar também é a melhor maneira de ouvir opiniões e melhorar ainda mais nosso trabalho. Eu realmente amo isso!

Entre os portos de destino do Costa Fascinosa, você teria um favorito?

O melhor destino é o navio. Você pode ter tantas experiências no navio. No passado, o navio era considerado apenas uma questão de transporte, trazendo-o de A para B. Hoje o navio é totalmente diferente. Hoje o navio é a experiência. Tudo acontece a bordo. O navio é o centro de atividades do cruzeiro.

Qual foi o momento mais emocional que você já experimentou com Costa?

Eu tenho um livro cheio de histórias engraçadas! Houve um pedido que realmente tocou profundamente meu coração. Um rapaz me pediu para ajudá-lo a pedir sua companheira em casamento. Ele estava procurando uma maneira de surpreendê-la. Nós organizamos essa surpresa no teatro, pouco antes do show. Eles estavam juntos por dez anos e então ele me pediu para comprar uma rosa para cada mês de namoro – por isso compramos 120 rosas. Demos o nosso melhor para ajudá-lo para sua surpresa – e conseguimos! Ela chorou por cerca de meia hora. Esta foi realmente uma lembrança especial para mim!

E qual foi o momento mais louco que você já experimentou com Costa?

A maioria das coisas engraçadas acontecem com quem está viajando de cruzeiro pela primeira vez. Eles são novos neste mundo e eles não sabem exatamente como tudo funciona.
Quando oferecemos uma excursão, o ponto de encontro costuma ser dentro do teatro em um horário específico e os ônibus ficam esperando os passageiros fora do navio, no porto. Então, uma senhora veio ao teatro com o voucher da excursão na mão e, meia hora depois, ela ainda estava lá. Perguntei-lhe se podia ajudá-la, se ela estava à procura de alguma coisa ou se estava perdida. Ela respondeu: “Não, eu não estou perdida, estou no lugar correto. Estou esperando o ônibus aqui”. Ela estava pensando que o ônibus entraria para pegá-la no teatro… Quando a ajudei a descer para o cais e escoltei-a até os ônibus, ouvi um italiano perguntando a outro homem como iriam conseguir estacionar todos os ônibus dentro do navio. Este momento foi incrível – tanto a senhora quanto os homens estavam pensando que os ônibus entrariam no teatro!

Mas fora isso, há muitos convidados perguntando se a tripulação está dormindo a bordo ou se embarcamos a tripulação em um porto e eles devem chegar ao próximo porto por si mesmos. Ou se há elevadores que se movem na horizontal. Ou “que horas é o buffet da meia-noite?”. O que posso dizer? Há muitas coisas assim.

O que mais o impressiona no navio de cruzeiro?

Comecei trabalhando na área de Alimentos e Bebidas. Eu estava familiarizado com restaurantes, eu mesmo era proprietário de um restaurante. No meu início a bordo, eu ouvi o chef do restaurante perguntando como iríamos acomodar 5.000 convidados. Estávamos falando de 5.000 pessoas! Servir 5.000 pessoas de uma só vez em um restaurante em terra é uma missão quase impossível. O maior local acomoda no máximo 800 pessoas. Aqui você tem 5.000 pessoas para o café da manhã, para o almoço e para o jantar … 365 dias por ano. Não foi possível para mim entender a logística. É muito impressionante. Em terra, você começa muito cedo com os preparativos em um restaurante. No navio tudo está preparado no máximo duas horas antes. Se você pedir um bife, vamos cozinhar na hora. É incrível o que acontece aqui dentro, é mágico.

Para finalizar, qual é a sua dica pessoal para os nossos leitores?

Tragam paus de selfie! Todos devem ter um pau de selfie na bagagem. Apoiamos que as pessoas registrem ao máximo seus momentos a bordo e compartilhem vídeos e fotos das suas experiências.

PERFIL: STEFANO DI NOIA

🏠 Cidade natal:  Treviso, Itália

🎖️Cargo: Hotel Manager do Costa Fascinosa

⚓ Responsabilidade a bordo: Transformar em realidade a viagem dos sonhos dos clientes Costa

🎓 Formação:  Universidade Cornell em Nova York

🛳️ Experiência: Stefano trabalha na indústria hoteleira há 25 anos, sendo 14 anos com a Costa Cruzeiros. Aos 31 anos de idade, ele se tornou o mais jovem diretor de hotelaria da Costa Cruzeiros em todo o mundo. Anteriormente, trabalhou no Costa  Favolosa, navio-irmão do Costa Fascinosa



Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *