Game of Thrones: os destinos de cruzeiro para fãs da série

A sétima temporada de Game of Thrones chega ao fim, deixando todos os fãs sem saber como sobreviver até o início da próxima temporada. Já imaginou tornar essa espera menos dolorosa visitando os locais de gravação da série? Sim, é possível! A Dreamlines selecionou cinco locais deslumbrantes que serviram de cenário para o fenômeno Game of Thrones e que são os destinos de cruzeiro ideais para os fãs.

Irlanda do Norte

Um cruzeiro pela Irlanda do Norte percorre castelos, penhascos e ruínas que serviram de cenário para os principais conflitos de Game of Thrones. Os dias nublados que tomam conta da Irlanda do Norte durante quase todo o ano atribuem um ar dramático para suas belíssimas paisagens, que caíram como uma luva para as filmagens da fictícia Winterfell.

A sede da casa Stark é na realidade o Castle Ward, localizado ao sul da capital Belfast, que atualmente oferece tours especiais para os fãs da série, percorrendo as locações exatas de diversas cenas cruciais para a trama.

A duas horas de carro de Castle Ward é possível conhecer o Dark Hedges, um estarrecedor caminho entre árvores centenárias formando um corredor tão incrível, que certamente muitos espectadores pensavam tratar-se de um cenário digital. O local foi criado a pedido da família Stuart para impressionar os visitantes que chegavam à mansão Gracehill House.

Dark Hedges - Irlanda

O esterrecedor Dark Hedges, um dos cenários reais utilizados nas filmagens na Irlanda do Norte

Croácia

A produção da série foi buscar na Croácia a inspiração para a capital dos Sete Reinos, a fictícia King’s Landing. A cidade medieval de Dubrovnik, construída sobre as rochas à beira-mar, guarda charmosas ruelas e fortificações repletas de história. As muralhas de Dubrovnik, por exemplo, serviram de cenário para as cenas da Batalha de Blackwater na segunda temporada da série.

Outro local que os fãs certamente irão reconhecer é o Forte Lovrijenac, uma construção do século 11 localizada nos arredores da capital croata, que serviu de cenário para a Fortaleza Vermelha de Westeros.

Alguns cruzeiros que visitam Dubrovnik aproveitam para incluir no roteiro a cidade de Split, onde também foram gravadas diversas cenas de GoT. Esta encantadora localidade costeira que reúne algumas das praias mais bonitas do Mar Adriático, marcadas por um brilhante mar azul com tons esverdeados.

Dubrovnik - Croácia

Muralhas da cidade medieval de Dubrovnik, a pérola do Mar Adriático

Malta

A arquitetura da ilha de Malta, encrustada no meio do Mar Mediterrâneo, é uma fascinante fusão entre as influências dos diversos povos que povoaram o país ao longo do tempo. A cidade de Mdina, fundada pelos fenícios, dominada pelos romanos e posteriormente invadida pelos árabes, é um belo exemplo desta complexa mistura.

Foi este singular pano de fundo que serviu de cenário para a cidade central de Westeros. No Fort Manoel, construído em 1723, Ned Stark foi executado em frente à multidão.

Adjacente à ilha de Malta, é possível visitar a pequena Ilha de Gozo, cujos penhascos de rocha calcária na beira da praia foram usados como cenário do casamento de Drogo com Daenerys Targaryen. Um passeio de barco pelas grutas de Gozo é uma bela forma de contemplar a paisagem avalassadora da ilha.

Mdina - Malta

A cidade medieval Mdina, localizada na paradisíaca ilha de Malta

Espanha

A quinta e sexta temporada de GoT fizeram muitos fãs suspirarem com a cidade de Sevilha, usada nas gravações das cenas da região de Dorne. O belíssimo Real Alcázar de Sevilha e seus jardins, por exemplo, se transformaram na residência dos Martell.

A influência moura presente em toda a Andaluzia faz com as construções da região do sul da Espanha sejam incrivelmente singulares, o que contribuiu para que outros locais próximos a Sevilha também tenham servido de locação para a série. Os fãs não podem deixar de incluir no roteiro lugares como o Castelo de Almodóvar del Río em Córdoba, a Plaza de Toros em Osuna e a Alhambra de Granada.

Real Alcázar de Sevilha

A arquitetura de influência árabe do Real Alcázar de Sevilha

Islândia

A Islândia é a locação exclusiva para as cenas ao norte da Muralha, onde as temperaturas que chegam a -25 graus tornam as gravações um desafio para a equipe de filmagem.

Foi no Parque Nacional de Thingvellir, o mais importante do país, que se passou boa parte da quarta temporada, sendo utilizado em cenas quando Arya e Sandor Clegane fizeram sua jornada de vila a vila. Este lugar fantástico marca o encontro das placas tectônicas da Europa e da América do Norte, onde o visitante que não tem medo do frio pode inclusive nadar entre as fraturas.

Outro local que deve fazer parte do roteiro de qualquer fã de Game of Thrones é a caverna Grjótagjá, onde Jon Snow e Ygritte passaram a noite na terceira temporada. A caverna de lava, localizada no noroeste da Islândia, é conhecida por ter uma fonte de água que chega a 50 graus, bem diferente do gelo e neve que comumente estão do lado de fora.

Parque Nacional de Thingvellir - Islândia

Encontro das placas tectônicas no Parque Nacional de Thingvellir



2 Comentários

  1. EDEN RAsuk 6. outubro 2017 Responder
    • Beatriz Queiroz Beatriz Queiroz 6. outubro 2017 Responder

Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *