9 mitos sobre viagens em cruzeiros

Você sabe quais são os principais mitos do mundo dos cruzeiros? Desvendamos algumas das principais lendas deste tipo de viagem!

Olá cruzeirista!

Muitas lendas ainda cercam o mundo dos cruzeiros. Quem nunca embarcou em uma viagem de férias a bordo de uma grande embarcação pode ter se deixado levar por algumas ideias erradas a respeito desse tipo de viagem. Se este é o seu caso, ou se seu(a) parceiro(a) de viagem não topou a ideia por acreditar em alguma delas, chegou a hora de descobrir a verdade. Conheça 9 dos maiores mitos sobre os cruzeiros e entenda mais sobre este universo!

1 – “Vou ficar enjoado facilmente”

Uma das principais preocupações de quem vai fazer um cruzeiro é a possibilidade de ficar enjoado durante o tempo da viagem. No entanto, é preciso lembrar que as embarcações costumam não apenas ser grandes suficientes para que o balanço não seja sentido, mas também equipadas com tecnologia desenvolvida para gerar estabilidade.

Claro que mesmo assim as pessoas mais sensíveis podem se sentir enjoadas no início da viagem, porém, é natural que o corpo se acostume ao novo ambiente em pouco tempo. Além disso, todas as embarcações possuem médicos de plantão que passam orientações e remédios para aliviar os sintomas de forma rápida e eficiente.

mitos sobre cruzeiros2 – “É muito caro para mim”

Um dos mitos mais comuns é o de que as viagens em cruzeiros são reservadas a apenas quem tem muito dinheiro. No entanto, a verdade é que o aumento do interesse nos cruzeiros fez com que as companhias respondessem com novas rotas, novos navios e preços competitivos. Assim, há diferentes tipos de viagens para diferentes tipos de bolso: desde cruzeiros de luxo pelos fiordes da Noruega até minicruzeiros pelos principais destinos brasileiros.

Além disso, o brasileiro encontra com frequência boas opções de parcelamento que em outros países não estão disponíveis. A maioria das companhias oferece pacotes com o valor da cabine, todas as refeições e taxas portuárias inclusas, o que significa que ao fim da viagem você não terá surpresas com o cartão de crédito. É claro que algumas das atividades dentro do cruzeiro são pagas a parte, assim como os tours nos principais destinos. Mas de uma forma geral, o custo-benefício de um cruzeiro é uma das grandes vantagens deste tipo de viagem!

3 – “Vou ficar entediado”

Este é provavelmente o mais incorreto de todos os mitos sobre viagens em cruzeiros. Afinal, como é possível ficar entediado conhecendo um destino incrível a cada dia? Além disso, para os dias e noites passados a bordo do navio há uma longa lista de atividades pensadas para entreter os mais variados perfis de viajantes.

Ainda que as opções de entretenimento mudem de um navio para o outro, as grandes embarcações costumam ter piscina, spa, áreas de beleza, academias com aulas de ginastica, centro de esporte, bares, shows ao vivo, festas, restaurantes, cafés, atividades culturais e muito mais. O difícil é escolher uma só atividade!

4 – “Um navio não é seguro”

Estatisticamente falando, os cruzeiros são mais seguros do que outros meios de transporte e o risco de acidentes dentro da embarcação são baixos. Os navios também possuem uma equipe médica capacitada para lidar com emergências a bordo e todos os equipamentos necessários para cobrir os procedimentos de segurança durante a viagem. Vale lembrar que as companhias se preocupam em manter sua boa imagem e é também por isso que colocam a segurança de seus passageiros em primeiro lugar.

5 – “Cruzeiros estão sempre lotados de gente”mitos sobre cruzeiros

Os navios mais modernos são tão grandes que há quem os compare a pequenas cidades. E não por menos: há embarcações com capacidade para mais de 5 mil passageiros e mais de mil tripulantes. Ainda que seja um número alto para apenas um navio, vale lembrar que eles são muito modernos e cuidadosamente planejados para garantir a melhor experiência a seus passageiros. Isso significa que nestas pequenas cidades sempre é possível encontrar um local calmo e tranquilo para relaxar, longe do agito das áreas mais movimentadas.

6 – “Os cruzeiros são todos iguais”

As dezenas de empresas especializadas em cruzeiros atuando no mercado proporcionam diferentes experiências a bordo dos seus navios e também nas cidades por onde passam. Afinal, com tanta competitividade, é preciso ser criativo para agradar um público cada vez mais exigente e que sabe o que quer. É por isso que não faltam cruzeiros que variam imensamente em questão de destino, duração, tamanho, valores, público e afins.

De grandes embarcações que navegam pelos pontos mais embalados do Caribe, até cruzeiros fluviais pelos rios asiáticos e expedições para os mais remotos polos do planeta, certamente há um cruzeiro que vai encantar até o mais exigente dos viajantes. Para não errar, a dica é pesquisar sobre a companhia, a rota e os detalhes da viagem antes de fechar a compra. Um especialista em cruzeiros pode ajudar você a planejar uma viagem inesquecível.

7 – “Não tenho o perfil para fazer um cruzeiro”

Um dos maiores mitos sobre o público de cruzeiros é que ele é formado por pessoas mais velhas e pouco ativas, ou então por casais em lua de mel. No entanto, assim como existem diferentes tipos de cruzeiros, existem diferentes tipos de passageiros que se enquadram a eles. A maioria das viagens é pensada para o público geral e possui ambientes casuais, com públicos de diferentes idades, origens e perfis. Mas também existem alguns cruzeiros temáticos que possuem um público específico, como os LGBT, fitness, de carnaval e muitos outros. Escolha um que se enquadre ao seu perfil e curta suas férias se sentindo à vontade!

8 – “Vou ter que seguir um roteiro delimitado”

Há quem acredite que as companhias delimitam tanto um roteiro de atividades para o dia quanto os horários para as refeições. No entanto, a grande maioria das empresas oferece aos seus passageiros liberdade absoluta para fazerem seus próprios horários dentro do navio, mantendo restaurantes, bares e cafés funcionando o dia inteiro e oferecendo opções de entretenimento em todos os momentos.

9 – “Não vou ter tempo de conhecer os portos de parada”

Algumas rotas de cruzeiros passam por algumas das cidades mais interessantes do mundo. Atenas, Roma, Nova York, Rio de Janeiro… essas metrópoles são tão ricas e cheias de atrações interessantes que em um dia não dá mesmo para ver cada detalhe delas. No entanto, participando de algumas das várias excursões diárias disponíveis exclusivamente para os cruzeiristas é possível conhecer convenientemente os principais pontos de interesse das cidades.

Além disso, os cruzeiros também passam por cidades menores – mas não menos interessantes – que podem ser conhecidas com tranquilidade em um dia. É o caso de algumas capitais do Caribe, como Willemstad, alguns portos mediterrânicos como Portofino, Míconos e diversos outros locais que aparecem com frequência nas rotas de cruzeiros.

E então? Deu para entender por que um cruzeiro é a melhor opção de viagem para você? Então não fique a ver navios e entre em contato com a Dreamlines! Nossos especialistas estão prontos para ajudá-lo tanto por telefone quanto por e-mail. Tudo isso para oferecer a você uma viagem inesquecível.

Texto e informações por: Luisa Wink



No Responses

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *