Viajantes brasileiros são mais generosos que franceses, holandeses e russos

Os viajantes brasileiros costumam recompensar um bom serviço com gorjetas extras durante as viagens de férias. Esta é a conclusão do Relatório de Gorjetas 2018 publicado pelo portal de cruzeiros Dreamlines. Mais de 2500 passageiros de navios foram entrevistados sobre seus hábitos durante viagens de cruzeiro, posicionando o viajante brasileiro entre os mais generosos do mundo.

A média diária de gratificações por parte do brasileiro é de US$18,11 por dia de cruzeiro, valor bem acima dos franceses, italianos e russos. Apenas 10% dos entrevistados brasileiros afirmaram não deixar nenhum tipo de gorjeta durante a viagem.

Gorjetas por país

Jovens são os mais generosos

Outro resultado surpreendente da pesquisa revela que os viajantes com menos de 30 anos de idade são os que deixam valores mais altos como gratificação durante a viagem, provando que a excelência no serviço é crucial para esta geração. Viajantes desta faixa etária costumam deixar uma média de US$26 ao dia em gorjetas, especialmente para camareiros, bartenders e massagistas. Já os maiores de 60 anos deixam as gorjetas mais baixas entre as categorias entrevistadas.

Camareiros e garçons recebem as melhores gorjetas

Os membros da tripulação que mais recebem gratificações dos viajantes brasileiros são os camareiros da cabine, que costumam receber gorjetas 84% das vezes (34% acima da média internacional). Em segundo lugar estão os garçons dos restaurantes, que ao realizarem um bom serviço recebem gorjetas 77% das vezes.

Serviço Cruzeiro

Gorjetas ao final da viagem

O momento de dar as gorjetas também difere em relação aos países. Enquanto que brasileiros, franceses e italianos preferem deixar uma gratificação no final do cruzeiro, apenas 30% dos alemães fazem o mesmo. Os viajantes deste país preferem deixar valores menores de gorjetas ao longo de toda a viagem, ao final de cada serviço.

A maioria dos viajantes brasileiros prefere agraciar a tripulação pessoalmente (53%), ao invés de adicionar o valor à conta de bordo (14%) ou deixar um envelope na cabine (23%).



Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *